Dia internacional das Mulheres

O Ribon gostaria de parabenizar todas as mulheres nesse dia, por toda força e luta!

Uma das ONGs que recebe doações no Ribon, a Living Goods, trabalha treinando mulheres para se tornarem agentes de saúde em suas comunidades, ajudando principalmente acompanhando a gravidez de mães e os primeiros anos de seus filhos. Para celebrar o dia internacional das mulheres e apoiar o trabalho dessas mulheres que trabalham pelo bem das suas comunidades, o Ribon está dando 50% de desconto em doações de saúde básica para a Living Goods durante todo o fim de semana! Basta entrar na tela de doações e doar <3

Nesse dia tão importante também gostaríamos de contar a história da Rita, uma das promotoras de saúde comunitária que atua na Living Goods em Uganda e que é uma inspiração para todos nós! Confira o texto sobre a Rita e o trabalho de outras mulheres incríveis abaixo:

 


Celebrando Promotoras de Saúde Comunitária no Dia Internacional da Mulher!

Texto original escrito pela Living Goods

Promotora de Saúde Comunitária da Living Goods, Rita visita Susan e seus três filhos pequenos.

No Dia Internacional da Mulher, estamos dedicando um momento para celebrar nossas dedicadas e apaixonadas Promotoras de Saúde Comunitária e as mães e crianças que eles servem. Em meio ao aperto dos orçamentos globais de saúde e às políticas prejudiciais que podem restringir o acesso das mulheres a serviços essenciais, como planejamento familiar, é mais importante do que nunca capacitar e proteger a saúde de mulheres e crianças. Não apenas no dia 8 de março, mas todos os dias do ano.

Graças a seus incansáveis ​​esforços para melhorar a saúde de suas comunidades, a Living Goods e a Promotoras de Saúde Comunitária estão reduzindo as mortes de crianças em 27%, ao mesmo tempo em que ampliam seu acesso a oportunidades econômicas e sociais.

90% das nossas Promotoras de Saúde Comunitária nos dizem que seu trabalho aumenta sua confiança, independência financeira e status em suas comunidades. Quando as mulheres são economicamente e socialmente empoderadas, podem abrir portas para oportunidades que nunca imaginaram antes. De fato, em Uganda no ano passado, mais de 50 Promotoras de Saúde Comunitária concorreram a cargos locais – muitas das quais nunca sonharam em concorrer a cargos políticos.

Existem 6.000 Agentes de Saúde Comunitária atingindo cinco milhões de pessoas com cuidados de saúde de qualidade. Promotoras de Saúde Comunitária como Rita, agricultora e mãe de três filhos que mora em Uganda. Rita ingressou na Living Goods há três anos e desde então se tornou uma líder confiável e conselheira de saúde em sua comunidade. Além disso, graças às suas economias, ela agora possui duas vacas e administra um pequeno chiqueiro.

Rita conhece a mãe grávida Winnie.

Seguimos Rita pela aldeia de Kabanyolo onde ela encontrou a Winnie, uma jovem grávida de seu segundo filho, que acabou de se mudar para a área. Rita fala com Winnie sobre a importância da nutrição adequada e do pré-natal, e se oferece para registrar Winnie no sistema da Living Goods, para que sua gravidez possa ser acompanhada e apoiada.

“Ninguém nunca se ofereceu para seguir minha gravidez e me dar conselhos. Aprendi muito com a Rita hoje. Por exemplo, eu não sabia por que era importante tomar essas pílulas de ácido fólico e ferro antes. Eu costumava toma-las porque o hospital me disse para fazer isso, mas não regularmente. Eu também aprendi sobre a importância de alimentar bem meus filhos.”

Rita deixa um adesivo lembrando as famílias para ligar para ela quando precisarem de ajuda.

As mulheres que usam os serviços de saúde materna são mais propensas a usar outros serviços de saúde reprodutiva e a buscar atendimento médico para seus filhos. Ao capacitar as mães com o conhecimento e o apoio de que precisam, as Promotoras de Saúde Comunitária, como a Rita, podem ajudar a garantir que as crianças não apenas sobrevivam, mas também prosperem.

Rita se despede de Winnie e vai visitar Susan, mãe de três filhos pequenos.

“Rita nos ajuda a tratar nossos filhos quando estão doentes, dá-lhes mingau bom e nos ajuda a ter luz à noite porque muitas vezes temos cortes de energia”, diz Susan. “É uma vantagem tê-la vindo nos ver porque ela está próxima e vem muito rapidamente”, explica a mãe de dois filhos. “A clínica mais próxima é longe e difícil de chegar à noite… Lembro-me de uma noite em que meu filho mais velho estava com febre alta. Meu marido o levou para Rita, que fez o teste rápido para a malária e ele foi positivo. Rita o tratou diretamente e meu filho foi salvo.”

Rita faz uma visita de acompanhamento com Susan para checar dois de seus filhos que tiveram tosse. Ambos estão indo bem.

Finalmente, Rita para na casa de sua vizinha, Sara. Ela avalia o bebê de Sara por diarréia e administra um tratamento de sais de reidratação oral.

Rita avalia e trata o bebê de Sara por diarréia.

Rita sorri enquanto nos diz que tem orgulho de ser uma líder em sua comunidade.

“Este trabalho é muito gratificante”, diz ela. “Minha comunidade confia muito em mim”.

Rita na frente de seu chiqueiro na aldeia de Kabanyolo.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *