Mães têm oportunidade de renda com trabalho autônomo de recrutamento e seleção

Levar mais oportunidades de emprego e renda a comunidades de São Paulo. Esse é o propósito da empresa Kunla, um negócio que nasce para ajudar empresas a preencherem vagas operacionais com mais rapidez e eficiência.

Isso só é possível através do trabalho das Agentes Kunla, mulheres que realizam dentro de seus territórios e de forma autônoma o trabalho de recrutamento e seleção,   os melhores candidatos para cada posição. Quando um de seus indicados é contratado, a Agente Kunla recebe uma remuneração de R$ 150,00.

Para se tornar uma Agente Kunla é preciso ter filho em idade escolar, um celular e disponibilidade em distribuir os anúncios de vagas em sua rede de contatos. O cadastramento de Agentes autônomas é feito diretamente a partir da plataforma Kunla (www.kunla.social) ou através do email kunla@kunla.social.

“Depois que o cadastro é ativado, a Agente autônoma passa a receber diariamente em seu celular os anúncios de vagas de emprego em aberto em nossos sistemas. Para cada vaga, ela deve selecionar de 03 a 05 candidatos e indicá-los à Kunla, que fará o agendamento da entrevista desses candidatos com o empregador. Após a resposta da empresa e da confirmação da contratação, a Agente responsável pela indicação do contratado recebe o valor acordado de R$ 150,00″, explica Elisângela Brito, que coordena a comunicação diária com as Agentes.

Além disso, as Agentes recebem orientações sobre como realizar cada vez melhor o trabalho de recrutamento e seleção de candidatos qualificados. “Quanto melhor for a seleção feita pelas Agentes, maiores são as chances de contratação por parte das empresas. Todo mundo sai ganhando”, diz Marcelino Badin, fundador da Kunla.

O objetivo da Kunla é fazer com que mais oportunidades de trabalho cheguem às comunidades e que nossas Agentes tenham a oportunidade trabalhar sem precisar sair de casa. Sabemos que, devido à criação dos seus filhos, trabalhar fora muitas vezes não é uma opção viável.

Sobre a Kunla

A Kunla é um negócio que nasceu dentro da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA/USP) e que faz parte do programa de aceleração do Facebook e Artemísia, que potencializa negócios com impacto social e capazes de transformar a sociedade. A Kunla tem como propósito aumentar a empregabilidade dentro de comunidades vulneráveis de São Paulo e permitir que mulheres com filhos em idade escolar tenham a possibilidade de incremento de renda através de trabalho autônomo e flexível.

Sobre os fundadores da Kunla

Marcelino Badin é engenheiro formado pela Universidade Federal de São Carlos (UFScar) com experiência no mercado de tecnologia e consultoria estratégica. Exerce atualmente o cargo de Coordenador de Operações da Kunla.

Leonardo Carneiro é engenheiro formado pela Universidade Federal de São Carlos (UFScar) com experiência no mercado de recrutamento e seleção, tendo passagem por grande empresas do setor. É responsável hoje pelo Planejamento Estratégico da Kunla.

Visite o site!



O Ribon é um aplicativo que diariamente envia notícias como essas acima via notificações no celular. Nossos usuários além de receberem as notícias geram doações para a caridade sem gastar dinheiro. Para participar e também ajudar a salvar vidas diariamente, entre no nosso site e baixe o aplicativo (:

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *