Olá, e bem vinda(o)!
Essas foram as 3 melhores histórias publicadas no Ribon durante a ultima semana (1 a 6 de maio). Para ler mais boas histórias e ainda ajudar quem mais precisa com doações diárias e gratuitas, baixe o Ribon!

Boa leitura, e ótima semana! ♥


Pratos e talheres podem ser plantados para gerar novos alimentos

Publicado em Razões para Acreditar

Imagina se todo mundo pudesse plantar pratos e talheres para que eles depois virassem novos alimentos? Essa possibilidade já existe e é ideia de uma startup colombiana. Feitos de coroas de abacaxi e cascas de milho, os produtos da linha Papelyco podem ser plantados depois de usados para gerar temperos, legumes e flores. Isso porque as embalagens descartáveis carregam em sua composição vários tipos de sementes. Elas também são ricas em nutrientes essenciais para a germinação e crescimento da planta, como zinco, cálcio e potássio. É possível ver os primeiros brotinhos germinando em até três semanas. Diferente das embalagens tradicionais de plástico e de papel, a embalagem ecológica leva 180 dias para se decompor depois de plantada. É livre de toxinas e não usa fibras de madeira de árvores que foram destruídas.

Leia o texto completo


Canoa movida a energia solar está sendo usada como meio de transporte de comunidades da Amazônia

Publicado em Razões para Acreditar

Sem utilizar gasolina, que é um dos combustíveis fósseis mais poluentes, já que sua combustão produz dióxido de carbono, esta canoa chama Tapiatpia, em homenagem a um peixe elétrico da área e, está sendo usada como meio de transporte das comunidades indígenas da Amazônia. Ela costuma percorrer 67 km, entre os rios Capahuari e Pastaza, no Equador, e ajuda na locomoção de cerca de 1000 pessoas que vivem em 9 assentamentos.

Leia o texto completo


Floricultor troca mudinhas de planta por alimentos para quem precisa no Rio

Publicado por Razões para Acreditar

Se você não pode comprar, ofereça algo em troca. A verdade é que nem sempre precisamos de dinheiro para ter aquilo que queremos. Mudinhas de planta são ótimas moedas. É dessa forma que o Fernando consegue parte dos alimentos não perecíveis que põe na mesa e as roupas que veste. Porém, há algum tempo as pessoas pararam de ir na sua floricultura, na Zona Sul do Rio. Então, a Carolina Fonseca decidiu ajudar. Em um post no seu perfil no Facebook, ela convidou todo mundo a dar uma passadinha na floricultura e levar mudinhas de planta para casa. “Ele falou que nos último meses tá desanimado porque as pessoas não estão indo lá e as mudinhas estão morrendo. Chegou a pensar em desistir disso e tentar outra forma de conseguir os alimentos. Só que ele disse que se sente feliz em dar as plantinhas quando recebe as doações”, escreveu Carolina.

Leia o texto completo


 

Baixe o app e leia mais boas histórias todos os dias 🙂

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *